Mensagens

Ama

Imagem
“Ama e faz o que quiseres.  Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor;  se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor.  Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.”
Santo Agostinho



Isto sou eu a amar o momento, a água, a vida.
Isto sou eu calar, a gritar, a perdoar.
Nesta sessão de Healing Dance, recebida de um mestre da vida, o amor esteve presente em cada momento.
O amor de raiz é o mais bonito de ver e de sentir! E há uma raiz que não vemos sempre, nem sentimos sempre na vida... mas que está lá.
Neste momento, captado nesta imagem, a raiz revelou-se.
Ao longo destes anos como aluna e terapeuta, já assisti à revelação dessa raiz muitas vezes, no lugar privilegiado de primeira fila, nos meus braços.
Que beleza única!

Final de Sessão

Imagem
O final de uma sessão é um momento tão especial quanto toda a sessão em si mesma.
Há uma beleza, neste momento, que liga o fim de qualquer coisa que aconteceu a tudo o que se mantém dentro de cada um e vai continuar a acontecer... e vai permanecer...

E esta poderá ser uma bonita metáfora para a nossa vida... mesmo quando, aparentemente, alguma coisa termina no exterior... outros templos que temos mantém-se activos, permanecem...

Dia Mundial da Dança

Imagem
Dia Mundial da Dança  29.Abril.2020


Sem contar com a dança da própria vida, não houve dança mais bonita, na minha vida, do que esta, na água. Dançar ao som de uma música que nos entra pelo ouvido, nos faz vibrar o corpo todo, nos provoca acção e reacção, faz músculos, articulação, células, tendões se articularem de uma forma bela, é fantástico! Mas, a mais bela dança que dancei na vida... foi dentro de água.
Dançar no silêncio musical, mas ao som de mim mesma e da água só pode ser maravilhoso, belo e inesquecível!
Dançar sem acordes, harmonias, ritmos externos - num aparente silêncio - mas em escuta profunda de acordes, harmonias, ritmos internos, na água, é fabuloso. É divinal e bendizente.
Dançar entregue, vulnerável, em profunda aceitação de mim mesma e de um todo que me ultrapassa e me atravessa com liberdade, presença e suporte incondicional.
Dançar a escutar coisas que desconheço em mim, dançar em descoberta interna, deslumbramento.
Dançar sem querer nada, sem desejar nada, sem object…
Imagem

Anda, faz uma pausa

Imagem
"Anda, faz uma pausa, encosta o carro, sai da corrida, larga essa guerra,
que a tua meta, está deste lado, da tua vida. Muda de nível, sai do estado invisível, põe o modo compatível, com a minha condição, que a tua vida, é real e repetida, dá-te mais que o impossível, se me deres a tua mão."

Silêncio

Imagem
O silêncio não existe na vida humana.  O melhor a fazer é escutar.

Acredito na Água

Imagem
Acredito na Água. Acredito na água como quem depende dela para viver; como quem nela procura encontrar a paz; como quem espera dela o toque suave, constante, seguro;
como quem nela vive e convive.
Acredito na água com a força de quem procura a água de que é feito. Acredito na Água! Porque a água me toca no coração e na alma; porque nela o equilíbrio chega e permanece; porque com ela a escuta interior acontece; porque a água cura, purifica, equilibra e harmoniza; porque a água me aceita incondicionalmente, me expande  e me prolonga de uma maneira que não se vê, mas que se sente.

Alda Lopes Watsu & Healing Dance Practitioner
*imagem retirada da internet
Imagem
“Take notice to what light does - to everything.” Tess Guinery

Relating and Mirroring

Imagem
Relating and Mirroring a Mermaid




Thank you Alexander George,
for the training, for opening possibilities, for creating the space to learn in way that I could honor these moments whenever they appear.
Thank you to the Mermaid that surrenders in my arms in this beautiful session.
Thank you to Rita for the amazing photo.

Feeling blessed*

Holding Space - Contenção do Espaço

Imagem
A tradução da expressão “holding space” será qualquer coisa como “contenção do espaço”. Mas o conceito não diz respeito apenas a um espaço físico.
.
Receber uma pessoa nos nossos braços pressupõe oferecer os nossos braços abertos e, com eles, abrir espaço em nós, abrir espaço no momento, abrir espaço na mente, na técnica, na escuta e... deixar esses espaços abertos no decorrer de toda a sessão.
Esses espaços “abertos em contenção” não são uma contradição, embora pareçam ser. São, antes, necessários porque tornam possível momentos transcendentes, de transformação, de cura interna, de aproximação à essência da nossa humanidade.
.
No contexto de uma sessão de Watsu ou de Healing Dance, tudo isto acontece ou pode acontecer:


Dia Nacional Da Água * 1 de outubro de 2019

Imagem
Hoje, olhava a água e pensava nela e na sua honestidade. Nunca tinha pensado na água desta forma tentando atribuir-lhe um valor que aparenta ser humano... e, depois, percebi que a honestidade é muito mais natural do que humana – é muito mais da natureza do que do homem. 
Há uma honestidade fabulosa na água que me conquista, que me inspira e me motiva. Vai para além da sua transparência ou da ausência de côr. Quando toca, toca todos sem distinção: não julga, nem descrimina ninguém.
Não rejeita corpos, mentes, almas. Antes, os abraça incondicionalmente.
Há uma honestidade que não nos engana. Sabemo-la viscosa, reconhecemos o seu brilho. É honesta também na sua voz: não é sempre igual, manifesta-se diferentemente com pingos, ondas, quedas, riachos, chuva...
Não chama a atenção, mas faz-se notar.
Brilha, tem volume, temperatura, movimento.
Tem valentia, tem encanto, tem força. Há um amor e um respeito infinito que lhe tenho e que ultrapassam o meu entendimento.
E uma gratidão que me permite re…

O vazio

Imagem
Há uma frase muito conhecida que diz: "O vazio ocupa um espaço imenso."
O vazio é muito valorizado na nossa vida. Há um vazio fora de nós e outro dentro.
No vazio fora de nós, procuramos a mesa vazia para nos sentarmos com os nossos pensamentos, o estúdio vazio para dançar ou tocar, o lugar despopulado para estarmos na natureza... procuramos o lugar vazio para estacionar, o copo vazio para beber... e, em cada momento, procuramos um vazio para preencher connosco, com a nossa vida, com o que somos ou queremos.
No trabalho aquático que faço, procuro a piscina livre e quente: gosto dela vazia, com tempo livre, com espaço para os movimentos...
Esse espaço, torna-se um campo por preencher com a nossa verdade.

E o mesmo acontece com o vazio interior. Em cada sessão, há um espaço mental meu e outro do receptor. É um espaço de profundo silêncio, receptivo, quente, convidativo, de aceitação.

A ausência de uma intenção deixa espaço para renovarmos o vazio. E nós renovamo-lo.
Eliminand…

Aconteceu em Agosto

Imagem
Em Agosto, vivemos um momento muito especial do Aquatic Bodywork, em Portugal. Partilho convosco a alegria de termos os 4 primeiros Profissionais de Healing Dance!
Estamos profundamente gratos pela inspiração, pelos ensinamentos, pela dedicação e pela excelência com os quais temos sido abençoados, aprendendo com o seu criador - Alexander George. E, ainda mais este ano, com a visita tão desejada de Kathrin George. É, para nós, um imenso orgulho representar esta técnica fabulosa.

Imagem
"Peace is always beautiful."
~ Walt Whitman
Imagem
"Let your heart speak to other hearts"
Yogi Bhajan
Vamos ficar fluentes em… WATSU!
Imagem
Fotos como esta, mostram momentos preciosos de consciência corporal e de alívio para quem recebe. E de incrível percepção e aprendizagem para quem dá. Quando vejo esta foto, penso nas mil coisas que estão a acontecer aqui. É um movimento que precisa de muita atenção para ser bem executado. O alongamento, o suporte, o ângulo certos.  A torção e a pressão certas.  Quais os músculo, quais as articulações, quais os meridianos que estão a ser estimulados... O conforto e a segurança assegurados. O que é que o meu corpo precisa fazer... os meus braços, as minhas mãos, o meu tronco, os meus pés e pernas...
Pensar e olhar o meu trabalho, numa foto ou num vídeo, não é apenas publicidade, não é apenas para que todos possam vê-lo. É um momento de análise, de reflexão, de entendimento e cheio de beleza escondida do olhar superficial, mas captada pela memória de qualquer corpo que já esteve nos meus braços. 

Imagem
"I give myself the grace to do what I can, when I can. I choose to be present over perfect -  realizing that my presence has more influence than my perfection."


Respirar no Watsu

Imagem
De uma forma muito clara, a respiração ajuda a criar equilíbrio, ajuda à escuta profunda, permite honrar a potencialidade, confiar nos ritmos, dá oportunidade à força vital para emergir e aumenta a nossa percepção.
No decorrer de uma sessão de Watsu a respiração altera-se várias vezes.  Pode ser uma respiração profunda com inspirações lentas, expirações lentas, pausas demoradas entre ambas. Muitas vezes esta profundidade é muito evidente quando são inspirações e expirações de "peito cheio", mas também podem ser pouco evidentes fazendo parecer que o receptor não está a respirar por aguentar muito tempo sem ar e fazer pausas muito longas e inspirações muito suaves. Pode ser uma respiração superficial com inspirações e expirações curtas, rápidas, sem pausas perceptíveis entre ambas. Por vezes, a respiração está também associada à vocalização e os sons podem ser igualmente libertadores ou prazerosos.
Respirar não serve apenas para levar o oxigénio às nossas células, preencher o…

Gratitude

Imagem
"There are better reasons to be grateful then because of a reason."
"When gratitude is a reward given by your judgmental mind,  your inner joy is limited to justification."

HOMAYA  www.homaya.org

Imagem
Quanto mais suave é o movimento, maior é a minha percepção,  maior é a sensação de harmonia com a água... e entre os dois (quem dá e quem recebe). 
Essa harmonia promove uma identificação com a água e o estado líquido do nosso corpo.  Somos água, o corpo perde as fronteiras físicas, dilui-se e aí: LIBERTA-SE!